Helicóptero que transportaria Dilma apresenta problema no motor

O helicóptero que transportaria hoje (2) a presidente Dilma Rousseff do Palácio da Alvorada até a Base Aérea de Brasília, onde embarcou para Natal (RN), apresentou problema no motor de partida. Com a pane, a presidente foi à Base Aérea em carro oficial.

Segundo a Aeronáutica, “a aeronave não chegou a decolar e não houve qualquer risco à segurança dos ocupantes”. De acordo com a assessoria de comunicação do órgão, o helicóptero modelo H-34, conhecido como Super Puma, após manutenção, “encontra-se novamente em operação”.

Na última quinta-feira (26), um helicóptero de mesmo modelo também apresentou problema, após transportar a presidente no caminho inverso (Base Aérea – Alvorada), quando chegou de Nova York, nos Estados Unidos.

Em nota divulgada pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência, o problema ocorreu na bateria que auxilia na partida dos motores. A Força Aérea Brasileira, no entanto, não confirmou se os dois problemas ocorreram na mesma aeronave.

Na ocasião, o helicóptero ficou em manutenção durante a manhã no próprio Alvorada. À disposição da presidente, o Grupo de Transportes Especiais da Aeronáutica dispõe de quatro helicópteros: dois do modelo VH-34 (Super Puma) e dois no VH-35 (EC135).