PT começa a recolher assinaturas para CPI da Siemens

Descoberta de e-mail indica que Serra deu aval ao cartel

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP), secretário-geral do PT, já está recolhendo assinaturas para abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o cartel denunciado pela Siemens para fornecimento de trens ao metrô de São Paulo. A descoberta de um e-mail envolvendo o ex-governador José Serra contém indícios de que ele teria dado aval ao cartel formado pelos concorrentes. “A formação de cartel está diretamente vinculada à legislação federal e o caso envolve mais de um estado”, afirma o deputado justificando a coleta de assinaturas.

A decisão de iniciar a CPI foi definida por Paulo Teixeira e o líder do PT no Senado, Wellington Dias (PI). Segundo ele, a Comissão vai investigar quais empresas estão envolvidas no cartel,  o tempo de duração, quanto foi desviado e, principalmente, quem estava envolvido no caso. “Precisamos recuperar esse dinheiro que foi desviado”, disse o deputado.

>> Jornal: e-mail indica que Serra sugeriu acordo para a Siemens

A mesma iniciativa deverá ser tomada na Assembleia Legislativa de São Paulo, mas há um forte movimento dos parlamentares ligados ao governador Geraldo Alckmin que poderá derrubar a criação de uma CPI. Os partidos de oposição já recolheram 26 assinaturas, mas será difícil chegar ao mínimo de  48 parlamentares para a instauração da CPI.