Morre quinta vítima de acidente com avião em Manaus

O bimotor, que iria para Apuí, no interior do Amazonas, caiu logo após decolar do aeroporto 

Morreu durante a madrugada deste sábado o técnico do Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM), Adonai Pessoa Campos, 43 anos. Ele é a quinta vítima fatal do acidente aéreo ocorrido em Manaus no dia 16 julho.

Adonai passou 11 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva do Centro de Tratamento de Queimados (UTI-CTQ) do Hospital Vinte e Oito de Agosto. Ele teve 60% do corpo atingido pelas chamas.

A morte do técnico foi confirmada por meio do boletim médico emitido na manhã deste sábado. Segundo a nota, a vítima faleceu às 0h45 devido a um quadro de choque séptico e desconforto respiratório agudo.

Agora a única pessoa viva, das seis que estavam a bordo do avião modelo Raytheon Aircraft, da Construtora e Transportadora Pioneiro (Cotrap), é a advogada Vanessa Guedes Aguiar, 30 anos. Ela teve 50% do corpo queimado e permanece em estado grave.

Além de Adonai Campos, já morreram em decorrência do acidente aéreo o advogado Edson Oliveira Parron, 30 anos, o funcionário do Ipem-AM, Aurélio Queiroz Simonetti, 68 anos, o empresário Messias Alencar Neto,  46 anos, e o piloto do avião, Élcio Miguel da Silva, 54 anos.

O bimotor que levava as vítimas caiu segundos após decolar do aeroporto Eduardo Gomes com destino ao município de Apuí, no interior do Amazonas.