Fraude na Paraíba desviou R$ 1,6 mi para pagar publicitário e campanhas

Um esquema de fraude licitatória, superfaturamento e desvio de verbas em um programa de implantação de internet gratuita na Paraíba ajudou a pagar o publicitário Duda Mendonça e campanhas de políticos de PSB e PSD, aponta inquérito de investigação de 16 meses da Polícia Federal. 

Segundo a PF, o esquema fraudou a licitação, vencida pela empresa Ideia Digital em uma disputa fictícia com empresas fantasmas, e gerou um superfaturamento de pelo menos R$ 1,6 milhão, dos quais R$ 1,1 milhão foram usados para pagar a empresa de Duda pela campanha de 2010 do atual governador, Ricardo Coutinho (PSB-PB). As informação são da Folha de S. Paulo.

O inquérito da PF foi enviado nesta semana à Justiça, à Controladoria-Geral da União e ao Tribunal de Contas da União. O desvio envolveu recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia, que, à época da assinatura do convênio (2009), era comandado pelo PSB - mesmo partido do atual governador da Paraíba. 

O contrato teve verba de emenda parlamentar de R$ 18,5 milhões, e quem indicou o projeto foi Rômulo Gouveia (PSD), à época deputado e hoje vice-governador. O desvio envolvia o repasse de verba pela Ideia Digital a empresas fictícias em São Paulo.