Ladrões roubam maleta de assessor de Henrique Eduardo Alves com R$ 100 mil

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga o roubo de R$100 mil que estavam numa maleta carregada por um secretário parlamentar do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). 

De acordo com o jornal Correio Braziliense, o crime ocorreu no último dia 13, por volta das 13h30, quando o carro de Wellington Ferreira da Costa, 53 anos, passava pela L4 Norte, na altura do Minas Tênis Clube.

Dois homens armados com revólveres, dentro de um Fiat Strada, interceptaram o Ômega dirigido por Wellington, que trabalha no gabinete de Alves. A manobra acabou provocando uma batida. No Ômega, ainda estavam a mulher do secretário parlamentar e a filha dele. Os criminosos, que desceram com os rostos descobertos, se identificaram como policiais civis, apresentando distintivos.

Na sequência, os assaltantes revistaram o Ômega e encontraram a maleta com o dinheiro, que levaram juntamente com outros pertences das vítimas. O carro está apreendido e passou por perícia no Instituto de Criminalística e de Identificação. O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), mas encaminhado 10 dias depois para a Delegacia de Repressão a Furtos. 

O diretor da PCDF, Jorge Xavier, destacou à reportagem do Correio Braziliense que o roubo chamou a atenção pela quantia de dinheiro levada e pelo horário da ocorrência.