CNJ: principais capitais já oficializaram 231 casamentos gays em um mês

Um mês depois da entrada em vigor da resolução do Conselho Nacional de Justiça que regulamentou os casamentos de pessoas do mesmo sexo no país, os cartórios das principais capitais brasileiras oficializaram 231 uniões desse gênero. A pesquisa é relativa ao período 16 de maio-16 de junho, e foi promovida pela Associação Nacional de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), entidade representativa dos cartórios de registro civil. 

De acordo com o levantamento, as capitais que realizaram mais celebrações foram São Paulo (43), Goiânia/GO (22); Curitiba/PR, Fortaleza/CE e Rio de Janeiro (18); Belo Horizonte/MG e Salvador/BA (17); Campo Grande/MS (16), Porto Alegre/RS(15), Brasília/DF (14), Belém/PA (10) e Florianópolis/SC (7). 

Para o conselheiro Guilherme Calmon, do CNJ, os números da Arpen-Brasil comprovam que havia uma demanda na sociedade que está sendo satisfeita por meio da Resolução 175 do Conselho. Ainda de acordo com o levantamento, Manaus/AM e Vitória/ES realizaram quatro celebrações; Boa Vista/RR, três, Cuiabá/MT e Recife/PE duas e Porto Velho/RO uma celebração. Palmas/TO, Rio Branco/AC, Maceió/AL e Macapá/AP não oficializaram nenhum casamento gay no período pesquisado. 

Neste primeiro levantamento, conforme a Arpen, não foi possível realizar a pesquisa em Natal/RN, Teresina/PI, São Luís/MA, João Pessoa/PB e Aracaju/SE.