Termina reunião entre Dilma e Cardozo para analisar onda de protestos

Presidente e ministro da Justiça saíram calados do encontro

A assessoria do Palácio do Planalto informou que já terminou a reunião em que a presidente Dilma Rousseff e vários ministros debateram a onda de manifestações por todo o país. 

A assessoria não disse quais foram os ministros que estavam presentes.

Confirmou apenas a presença do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Dilma e o ministro saíram calados da reunião.

A reunião começou às 9h30. Os detalhes da pauta não foram divulgados, mas fontes afirmaram que um pronunciamento presidencial sobre o tema poderia ser considerado.

Por causa das manifestações, Dilma cancelou uma viagem que faria ao Japão sob argumento de que "não seria bom passar uma semana fora do país" neste cenário. Ela também adiou o lançamento do Plano Safra para o semiárido, evento que ocorreria hoje em Salvador. 

Dilma vem acompanhando de perto a onda de protestos por meio de seus auxiliares. Responsável pela inteligência e pela segurança presidencial, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), José Elito, admitiu que o sistema de inteligência do país vem monitorando os movimentos.