Dilma viaja a São Paulo para encontro com Lula

No início da tarde desta terça-feira (18), a presidente Dilma Rousseff deixou a base aérea de Brasília para se encontrar com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Paulo.  Segundo interlocutores próximos à presidente, a conversa com Lula faz parte de uma agenda de encontros regulares quinzenais.  

As manifestações que reuniram cerca de 250 mil pessoas em várias cidades do país na segunda-feira (17) deverá ser um dos itens em pauta.

As manifestações, que começaram semana passada e tiveram como motivo inicial o aumento das passagens de ônibus, se espalharam por todo o país e já ganham outros contornos, com manifestantes criticando os gastos com obras para a Copa do Mundo e as Olimpíadas, a proposta de retirar do Ministério Público o poder de polícia, aumento do custo de vida, entre outros temas.

A presidente garantiu que seu governo está atento às pressões sociais das ruas, decorrentes das manifestações contra o aumento das tarifas do transporte público no país.

Ela falou pela primeira vez hoje sobre as manifestações que vêm ocorrendo em diversas cidades do Brasil nos últimos dias e defendeu o povo, afirmando que "essas vozes precisam ser ouvidas".