Pastor Feliciano chama protestos contra ele de 'macabros'  

O pastor evangélico Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, divulgou um vídeo atacando adversários e chamando de "rituais macabros" as críticas à sua indicação ao cargo. O vídeo foi divulgado no seu perfil no microblog Twitter e chama os protestos em frente a igrejas evangélicas de "rituais macabros". "Por que receberam entidades na entrada de uma igreja evangélica? Por que gritavam palavras religiosas (saravá)?", questiona o material, em que não há nenhuma declaração evidente do deputado. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

O vídeo afirma ainda que "o deputado pastor Marco Feliciano decidiu renunciar sua privacidade, noites de paz e sono tranquilo" para não "renunciar à Comissão de Direitos Humanos, para que a sua família seja preservada". As imagens também foram publicadas na conta do YouTube da produtora Wap TV Comunicação, que tem, entre seus donos, Wellington de Oliveira.