Chalita nega acusações e promete processar ex-colaborador

A assessoria do deputado federal Gabriel Chalita (PMDB-SP) diz que é falsa a informação de que a assessora Marcia Alvim recebia dinheiro em malas. As informações são do jornal Folha de S. Paulo desta terça. 

No comunicado, o parlamentar afirma que Roberto Grobman não apresentou esse dado nos depoimentos que deu aos promotores e que será "processado civil e criminalmente" pela acusação.

Segundo a publicação, Chalita diz ainda que Grobman tem inúmeros processos e é “movido por interesses econômicos e manobrado por gente da política acostumada a fabricar dossiês". 

Grobman, que trabalhou durante anos com o grupo educacional COC, disse ter sido indicado para se aproximar de Chalita para prospectar negócios para o grupo. Em depoimentos ao Ministério Público do Estado, ele afirmou que o COC pagou despesas com a locação de aviões e helicópteros, viagens, presentes e uma reforma feita num apartamento de Chalita em Higienópolis.