Polícia prende suspeito de matar soldado da Rota na zona oeste de SP 

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo confirmou neste domingo a prisão do suspeito de matar o soldado das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) André Pedes de Carvalho, em novembro do ano passado. O acusado, segundo a polícia, foi detido neste sábado, na Favela São Remo, na zona oeste da capital.

Conhecido como Caveira, o suposto assassino do PM já era procurado pela Justiça pela morte do policial. No momento da prisão, Caveira estava praticando o comércio de drogas e não reagiu. Segundo a Polícia Militar, o suspeito é um dos principais traficantes da favela.

Após ser detido, ele levado ao Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), e, como estava sem documentos, passou por legitimação. Em seguida, foi submetido a exame de corpo de delito cautelar, no Instituto Médico-Legal (IML), e encaminhado à carceragem de trânsito do 2º Distrito Policial (Bom Retiro).

O crime 

O policial militar André Peres de Carvalho, 40 anos, foi baleado por volta das 6h, de 27 de setembro de 2012, na Avenida Corifeu de Azevedo Marques, no Butantã, zona oeste de São Paulo.

O soldado morreu a caminho do Hospital Universitário. Policiais militares contaram que encontraram a vítima dentro de seu carro, um Fiat Elba, que estava estacionado entre a calçada e a rua.

Testemunhas disseram aos policiais que ouviram tiros, mas não viram nenhum suspeito. Uma arma .40, além de um par de óculos e três estojos deflagrados, pertencentes a André, foram apreendidos e encaminhados para perícia.