AM: quadrilha é presa suspeita de planejar crimes políticos

Quatro pessoas foram presas e um adolescente foi apreendido na manhã desta sexta-feira no município de Rio Preto da Eva, no Amazonas. Os advogados da coligação que faz oposição ao governo municipal são acusados de integrar uma quadrilha que pretendia assassinar o prefeito, o vice-prefeito, um procurador de Justiça da cidade e um empresário. 

Durante a operação, foram apreendidos um revólver calibre 38 com sete balas, uma espingarda calibre 20, cartões de crédito, carimbos do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), documentos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) falsificados, quatro carros e duas motocicletas.

“Começamos a investigar essa quadrilha há dois meses, após recebermos uma denúncia anônima de que eles estariam marcados para morrer por essa quadrilha, provavelmente por motivos políticos”, destacou o Delegado Virgílio César Costeira. Ainda de acordo com o Delegado, as execuções foram arquitetadas no final das últimas eleições e as investigações irão continuar para averiguar se ainda existem mais pessoas envolvidas com a quadrilha.