João Alves Filho volta à prefeitura de Aracaju após 38 anos

João Alves Filho (DEM) e José Carlos Machado (PSDB) tomaram posse como prefeito e vice-prefeito, respectivamente, da cidade de Aracaju (SE) no final da tarde desta terça-feira. A cerimônia ocorreu no auditório do Palácio Tobias Barreto, sede do Tribunal de Justiça de Sergipe, e marcou a volta do gestor à prefeitura após 38 anos. João Alves administrou a capital em meados da década de 70, durante a ditadura militar.

A sessão de posse foi presidida pelo vereador Vinicius Porto (DEM), que, minutos antes, foi eleito presidente da Câmara Municipal de Aracaju para o biênio 2013/2014. A solenidade contou com a presença do secretariado da nova gestão, admiradores e figuras da sociedade local, além de autoridades do Legislativo, Judiciário e Executivo do Estado, que foram convidadas a compor a mesa.

No longo discurso de posse, João Alves Filho relembrou o início na vida política, justamente quando se tornou prefeito de Aracaju pela primeira vez, em 1975. "Meus sonhos estavam fora da política. Queria ser um empresário de sucesso. Fortalecer os negócios da família, montar uma filial da nossa construtora para São Paulo. Mas, meu pai (João Alves, empresário sergipano já falecido), que sempre me incentivou a trabalhar, disse que eu deveria aceitar o convite de administrar a cidade. Por isso, devo todo o amor que tenho à política a Aracaju”, disse o novo prefeito.

A primeira administração - ainda nos tempos da ditadura - foi usada como referência por João Alves Filho. Segundo ele, a cidade era completamente diferente, pequena, com cerca de 200 mil habitantes. Hoje, a realidade é bem distinta. "Aracaju tinha outras necessidades, e eu dava os meus primeiros passos na política. Eu mudei, a cidade também. Vamos administrar percebendo as novas necessidades", pontuou.

Ex-governador do Estado, João Alves Filho é casado com a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) e pai de três filhos. "Essa mulher (Maria do Carmo) foi sempre o meu braço direito. Devo tudo que conquistei a ela", disse no discurso de posse.

Com a maioria na Câmara, já que a coligação dele elegeu 14 dos 24 vereadores, João Alves ressaltou a importância do trabalho em conjunto do Executivo e do Legislativo. "Peço, desde já, o apoio dos vereadores. Somente com o trabalho em conjunto, poderemos melhorar essa cidade', afirmou.

Após as palavras do novo administrador, o ex-prefeito de Aracaju Edvaldo Nogueira (PCdoB) foi convidado a passar o cargo a João Alves, finalizando a solenidade no Palácio Tobias Barreto.

"Retornar à prefeitura após tantos anos me deixa com uma responsabilidade ainda maior. Não será fácil, mas teremos o povo ao nosso lado e trabalharemos para fazer uma Aracaju melhor", ressaltou João Alves Filho após tomar posse.

O vice-prefeito, José Carlos Machado, elegeu a prioridade da nova administração. "A sociedade tem urgência em muitos setores, que são importantíssimos, porém, teremos uma atenção especial com a saúde do povo", explicou.

João Alves Filho foi eleito no primeiro turno com 53% dos votos válidos da Capital sergipana. Ele disputou com o deputado Federal Valadares Filho (PSB), candidato do então prefeito Edvaldo Nogueira.