“É tudo mentira”. De Paris, Lula rebate denúncias de Marcos Valério

Em Paris, ao ser indagado sobre as denúncias de Marcos Valério -de que teria pago por "despesas pessoais" de Lula com dinheiro do Mensalão-, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva respondeu com uma curta frase:

- É tudo mentira!

Segundo reportagem de O Estado de S.Paulo, Marcos Valério disse, em novo depoimento à Procuradoria-Geral da República, em setembro, que o esquema do Mensalão ajudou a pagar "despesas pessoais" do ex-presidente em 2003. Além disso, Valério afirmou que Lula deu aval, em reunião no Palácio do Planalto, para empréstimos dos bancos que irrigariam os pagamentos de parlamentares da base de seu governo. 

Ainda segundo o jornal, o empresário afirmou à PGR que os R$ 4 milhões pagos para sua defesa, na figura do advogado Marcelo Leonardo, para defendê-lo do processo do Mensalão, foram dados pelo PT, e que o assessor Paulo Okamotto, que hoje dirige o Instituto Lula, teria o ameaçado de morte. Okamotto, que acompanha Lula na viagem à Europa, negou as acusações.