Dilma amplia faixa etária do Brasil Carinhoso para até 15 anos

A presidente Dilma Rousseff anunciou nesta quinta-feira a expansão do programa de transferência de renda Brasil Carinhoso, que agora passará a atender crianças na faixa etária de 7 a 15 anos e não mais somente de 0 a 6 anos.

O Brasil Carinhoso prevê que todas as famílias extremamente pobres com pelo menos uma criança tenham renda mínima de R$ 70. Ou seja, famílias que já recebem o Bolsa Família, mas que não atingem renda per capita de R$ 70 terão um complemento no benefício para deixar a situação de pobreza absoluta.

O governo considera como extremamente pobres, miseráveis ou na pobreza absoluta as famílias cuja renda mensal por pessoa é inferior a R$ 70.

A expansão do programa vai representar um custo adicional de R$ 1,74 bilhão por ano no orçamento do Bolsa Família. O valor médio do benefício recebido pelas famílias que têm crianças de 0 a 15 anos será de R$ 235 por mês.

A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, afirmou que os benefícios para famílias com crianças de 7 a 15 anos serão pagos a partir do dia 10 de dezembro.

Ela disse que o Brasil Carinhoso reduz a desigualdade em todas as faixas etárias, já que os recursos beneficiam cada integrante da família com criança de 0 a 15 anos. Tereza Campello afirmou ainda que um dos objetivos do programa é buscar famílias pobres que ainda não estão sendo beneficiadas.