Russomanno cai 5 pontos e Serra está à frente de Haddad

Resultado é da sexta pesquisa realizada pelo Datafolha 

O Datafolha divulgou a sexta pesquisa sobre a disputa pela prefeitura de São Paulo. Encomendada pelo jornal Folha de S.Paulo , a nova análise mostra uma queda de cinco pontos percentuais do candidato Celso Russomanno (PRB) e confirmou o descolamento de José Serra (PSDB) para Fernando Haddad (PT), em relação à última pesquisa no dia 19 de setembro.

Mesmo com a queda, Russomanno ainda lidera com 30%. José Serra oscilou 1 ponto percentual para cima e chegou aos 22%. Haddad subiu três pontos percentuais e chegou aos 18%. Gabriel Chalita, do PMDB, também variou um ponto percentual para cima, e chegou aos 9%.

>> Marta desconversa, mas assume crédito por crescimento de Haddad

Soninha Francine (PPS) manteve os 4% da última pesquisa. Paulinho da Força (PDT) e Carlos Giannazi (Psol) apresentaram 1%. Levy Fidelix (PRTB), José Maria Eymael (PSDC), Miguel Manso (PPL), Ana Luiza (PSTU) e Anai Caproni (PCO) não atingiram 1%. Votos brancos e nulos somam 8%. Indecisos 6%.

O Datafolha ainda analisou os votos válidos, simulação sem os índices votos brancos e nulos e indecisos. Russomanno marcou 34% neste quesito. Em seguida, Serra obteve 25%, Haddad 21%, Chalita 10% e Soninha 5%.

O Datafolha entrevistou 1770 pessoas na capital paulista, entre os dias 26 e 27 de setembro, com a margem de erro de dois pontos percentuais, para mais o para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), com o número SP-01182/2012.

Rejeição e 2º turno

O Datafolha ainda analisou o índice de rejeição entre os candidatos a prefeito de São Paulo. O candidato José Serra é o mais rejeitado pelos paulistanos, com 45%. Na sequência aparece Fernando Haddad, com 24%. Celso Russomanno e Soninha Francine apresentam 22% cada um. Gabriel Chalita é rejeitado por 14% do eleitorado.

Também foi realizada uma simulação de 2º turno, com três cenários envolvendo os candidatos Russomanno, Serra e Haddad. O candidato do PRB derrotaria Serra e Haddad, com 50% contra 34% do tucano e com 49% contra 34% do petista. Em outro cenário, Haddad ganharia com 48% contra 38% de Serra.

Rio de Janeiro

No Rio, Eduardo Paes (PMDB) subiu um ponto percentual em sua liderança: passou de 54% para 55%, garantindo a vitória no primeiro turno. Já o segundo colocado, Marcelo Freixo, também subiu um ponto percentual e está com 19% das intenções de voto.

O deputado federal e candidato Rodrigo Maia (DEM) aparece com 4% das intenções de voto, seguido por Otávio Leite (PSDB), com 3% e Aspásia Camargo (PV), com 2%. Cyro Garcia (PSTU) e Fernando Siqueira (PPL) atingiram 1%, cada. Brancos e nulos somam 8% enquanto 7% dos entrevistados se declararam indecisos.

A pesquisa, contratada pela TV Globo e pelo jornal Folha de São Paulo está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ), sob o número RJ-00126/2012 e tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos. Foram entrevistadas 1.461 pessoas na cidade do Rio de Janeiro entre os dias 25 e 26 de setembro.