Mensalão: petista critica comportamento 'midiático' de ministro 

Sem citar nomes, o líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), se disse incomodado com o comportamento "midiático" de "um ou outro" ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). 

A declaração foi feita no domingo, em Bauru, a 329 km de São Paulo, onde ele gravou participação no programa eleitoral do prefeito Rodrigo Agostinho (PMDB), candidato à reeleição, que tem como vice Estela Almagro, que é do PT. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Chinaglia afirmou também que o fato de o julgamento do mensalão estar ocorrendo na última instância judicial não garante acerto ou erro nas análises. Para ele, a repercussão do mensalão não atrapalha as campanhas petistas no país.

"É um noticiário antigo. Mas não posso comemorar ter pessoas do PT sendo julgadas", disse. O deputado ainda contrapôs ao escândalo as políticas sociais dos governos de Lula e Dilma Rousseff. "Elas libertam muita gente da pobreza", afirmou ele.