Vítimas de queda de bimotor são enterrados em MG 

Os corpos do presidente da empresa Vilma Alimentos, Domingos Costa, 58 anos, e de seu filho, Gabriel Barreira Costa, 14 anos, foram cremados por volta das 16h deste domingo no Cemitério e Crematório Parque Renascer, em Contagem (MG). Eles morreram na queda de um bimotor, no sábado, em Juiz de Fora. No acidente, morreram, ainda, quatro diretores da empresa, além do piloto e do copiloto da aeronave.

Também foram cremados os corpos do vice-presidente de Vendas e Marketing, Cezar Roberto de Pinho Tavares, 55 anos, e da gerente de Controladoria, Lídia Colares de Souza Lima, 31 anos. A gerente de Recursos Humanos, Adriana da Conceição Rocha Ezequiel Vilela, 47 anos, o analista de geomarketing Tiago Felipe Cardoso Bretas, 26 anos, o piloto, Jair Barbosa, 62 anos, e o copiloto, Rodrigo Henrique Dias da Silva, 35 anos, foram enterrados em cemitérios de Belo Horizonte.

O acidente ocorreu por volta das 8h deste sábado. O bimotor, que pertencia à empresa Vilma Alimentos, havia decolado da capital mineira e caiu no bairro Aeroporto de Juiz de Fora. O avião, modelo B200 GT, explodiu após cair em uma região de difícil acesso, atingindo o quiosque de uma pousada e uma granja. Seis viaturas do Corpo de Bombeiros foram deslocadas para atender a ocorrência. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o piloto teria tentado pousar por três vezes, mas teve problemas devido à neblina.