Jovens vítimas de exploração sexual participam de cursos profissionalizantes 

Cerca de 150 jovens vítimas de abuso e exploração sexual participam do 3º Seminário Protagonismo e Juventude, do Projeto ViraVida, que segue até amanhã (27).

Desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), o ViraVida oferece cursos de capacitação profissional nas áreas de moda, imagem pessoal, turismo, gastronomia, comunicação digital, administração e química a meninos e meninas que sofreram violência sexual. A carga horária varia de 700 a 950 horas/aula. Os alunos permanecem no projeto durante um ano e recebem bolsa mensal de R$ 400, além de terem aulas sobre direito, cidadania e acompanhamento psicológico.

A professora e coordenadora do projeto em Fortaleza, Maria do Carmo Cunha, explica que a ideia é dar condições para que os jovens alcancem a autonomia econômica e equilíbrio psicológico. “Essas crianças chegam ao projeto com uma desesperança muito grande, com o sentimento de abandono, sofrimento e exploração. E dentro do projeto elas passam a acreditar em si mesmas. Quando nós conseguimos despertar o sentimento de que essas crianças e adolescentes são pessoas e não coisas, eles vão em frente”, conta.

Na abertura do seminário, o presidente do Conselho Nacional do Sesi, Jair Meneguelli, e a ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, assinaram termo de cooperação para incluir o ViraVida no Plano Nacional de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher.

Segundo a ministra, a parceria vinha sendo discutida há dois anos e que existe a possibilidade de transformar o projeto em um política governamental. “É absolutamente possível transformar o projeto ViraVida em uma política nacional. Quero dar ênfase porque são vários ministérios que entram neste trabalho”, afirmou.

Meneguelli anunciou a expansão do ViraVida para todo o país. “A meta é chegar em todos os estados, estamos em praticamente 20. Até 2013, estaremos em todos os estados brasileiros e vamos ampliar os [projetos] já existentes”.

Os projetos do ViraVida são coordenados pelos departamentos regionais do Sesi, em parceria com os outros órgãos do Sistema S (Senai, Sesc, Senac, Sebrae, Sescoop e Sest/Senat).