FHC recebe prêmio na Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso recebe nesta terça-feira (10) o prêmio John W. Kluge, considerado o Nobel de sociologia. A condecoração acontece na Biblioteca do Congresso norte-americano, em Washington. Ele é o primeiro latino-americano a conquistar o título. 

A justificativa para a escolha de FHC foi o seu papel na transformação do Brasil. Ele contribuiu para a mudança "de uma ditadura militar com alta inflação em uma democracia com forte crescimento econômico”.

O prêmio Kluge é concedido a intelectuais que realizaram trabalho em vida nos campos humanísticos e das ciências sociais, em matérias que não estão inclusas no prêmio Nobel, mais notadamente história, filosofia, política, psicologia, antropologia, sociologia, estudos religiosos, linguística e crítica das artes e humanidade. 

"É um título para pensadores que se destacam na compreensão da experiência humana, na capacidade em articular os conceitos e pensar a contemporaneidade", afirma a entidade.

No processo de escolha do vencedor, a organização consulta cerca de três mil intelectuais de prestigio e homens públicos em todo o mundo. Fernando Henrique é autor de 23 livros e mais de 100 artigos. Pelo título, o ex-presidente ainda ganha 1 milhão de dólares.

Além de FHC, o prêmio Kluge já foi entregue a  Leszek Kolakowski (2003); Jaroslav Pelikan e Paul Ricoeur (2004); John Hope Franklin e Yu Ying-shih (2006); Peter Lamont Brown e Romila Thapar (2008).