Juristas cobram atitude firme de Dilma no caso do golpe do Paraguai 

O presidente fundador da Academia Brasileira de Direito Constitucional (Abdconst), Flávio Pansieri, afirmou hoje (26) que o afastamento do presidente Fernando Lugo, do Paraguai, representa "a fragilidade das instituições democráticas nos países do Cone Sul" e exige do Brasil uma posição firme quanto à exigência do restabelecimento imediato do Estado Democrático naquele país.

Segundo Pansieri, aceitar de forma passiva o golpe de estado no Paraguai é acenar positivamente para grupos que não estão comprometidos com as liberdades e a democracia. 

Por isso, disse ele, a Abdconst exige da presidente Dilma Rousseff uma postura firme para que casos semelhantes não venham a ocorrer novamente no Cone Sul.