Lula recebe cinco Honoris Causa no Rio e  reitores cobram compromisso de Dilma 

Presidente também comemorou decisão do STF sobre cotas raciais

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi homenageado pelas principais faculdades públicas do Rio de Janeiro na manhã  desta sexta-feira (04/05), no Teatro João Caetano. Ele recebeu o título Honoris Causa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), da Universidade Federal Fluminense (UFF), da Unirio e  da Universidade Federal Rural. Os reitores das faculdades fizeram a entrega dos títulos. 

Estavam presentes a presidente Dilma Rousseff, o governador Sérgio Cabral, o prefeito Eduardo Paes e os ministros Marco Antônio Raupp (Ciência e Tecnologia) e Aloízio Mercadante (Educação), entre outras figuras políticas. O ex-presidente ficou nitidamente emocionado e foi ovacionado pela plateia composta por estudantes das universidades públicas. Em seu discurso de agradecimento, Lula lembrou que não teve oportunidade de se educar quando jovem, mas sempre acreditou na importância da educação. 

"Com a minha formação de torneiro mecânico, sei da importância da educação para a vida de uma pessoa, para uma família ou para uma nação. Foi aquele diploma que abriu as portas da minha vida", recordou o ex-presidente, que ressaltou os investimentos do governo federal na educação. "O Pronatec vai beneficiar 8 milhões de jovens, o Ciência sem Fronteiras vai dar mais de 100 mil bolsas de estudo para brasileiros estudarem no exterior e uma parte significativa do pré-sal será destinado à educação. Com o Plano Nacional de Educação, todas as crianças de 7 a 14 anos terão o direito de estudar em escolas públicas de qualidade até 2020".

Lula ainda aproveitou a oportunidade para comemorar a aprovação de cotas raciais e do Prouni, recentemente julgados no Supremo Tribunal Federal (STF). 

"Tenho certeza de que a política de cotas raciais, que o STF referendou por unanimidade, contribuirá para tornar mais justo oacesso ao ensino superior ”, disse Lula, sobre as cotas.

Cobranças dos reitores

Durante a entrega dos títulos Honoris Causa, os reitores das faculdades fluminenses fizeram questão de ressaltar a importância de Lula para a educação pública. 

"Diferente de governantes letrados que o antecederam, foi o que mais investiu na educação. Programas como o FIES e o Prouni deram mais acesso ao ensino superior no Brasil", disse o reitor da Unirio, Luiz Pedro San Gil. 

A premiação também foi palco de cobranças. Apesar de elogiar a dedicação de Lula à educação nacional, o reitor da UFF, Roberto Salles, pediu mais compromisso com o setor e criticou o salário oferecido pelo poder público aos professores. 

"O governo tem o ambicioso e admirável plano de alcançar a marca de 12 milhões de alunos em faculdades públicas, mas isso não pode acontecer enquanto professores de redes públicas recebem salários abaixo de R$ 1,4 mil ou enquanto planos de carreira não são implementados. Hoje um advogado da União em começo de carreira recebe R$ 18 mil enquanto um professor federal, no final da carreira, recebe R$ 11 mil", apontou Roberto Salles. "Mas eu tenho certeza que a presidente Dilma Rousseff fará, nesse e no seu próximo mandato, mais melhorias na educação".