Polícia Rodoviária registra 34 mortes nas rodovias paulistas durante feriado 

Trinta e quatro pessoas morreram nas rodovias estaduais de São Paulo durante o feriado prolongado do Dia do Trabalho, informou hoje (2) a Polícia Rodoviária Estadual.

Cerca de 38% das mortes ocorreram por colisão frontal e atropelamentos. Outras 15% aconteceram por choques entre um veículo contra um obstáculo parado, o que demonstra, segundo a polícia, “falta do pleno domínio do veículo pelo condutor”. Das ocorrências registradas pela polícia que resultaram em morte, dez envolviam motocicletas.

De acordo com o balanço, foram 1.215 acidentes nos 22 mil quilômetros das rodovias estaduais paulistas, o que deixou 567 pessoas feridas; e 17.780 autuações por infrações de trânsito, sendo 1.925 por ultrapassagem em local proibido, 1.784 por falta do uso obrigatório do cinto de segurança e 285 autuações por embriaguez ao volante.

Não é possível comparar os números deste ano com os do ano passado porque o feriado de 1º de Maio de 2011 não foi prolongado, caiu em um domingo.

Repórter Elaine Patricia Cruz