Relembre o escândalo dos "Anões do Orçamento"

O escândalo dos "Anões do Orçamento" surgiu em 1993, quando um dos integrantes de uma quadrilha instalada na Comissão do Orçamento do Congresso revelou um esquema através do qual deputados federais negociavam a inclusão de verbas em obras de grandes empreiteiras em troca de grandes quantias de dinheiro. 

Os mesmos parlamentares ainda financiavam falsas ONGs e organizações filantrópicas lideradas por laranjas para embolsar verbas federais.

A abertura de uma CPI para apurar o caso derrubou o presidente da Câmara na ocasião, o presidente Ibsen Pinheiro (PMDB) e os deputados Genebaldo Corrêa (PMDB-BA), João Alves (PFL-BA) e mais sete parlamentares, entre cassados e aqueles que preferiram renunciar.

Num dos momentos mais pitorescos da história da política brasileira, o deputado João Alves agradeceu a deus por ser um homem sortudo e ter vencido várias vezes na loteria. Uma das prática da quadrilha era a compra de bilhetes premiados de loteriais federais.