SP: inauguração de escola marca volta de Lula a eventos públicos 

São Bernardo do Campo - A inauguração na manhã deste sábado de uma escola em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, marcou a volta do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aos grandes eventos públicos após o tratamento de um câncer na laringe.

A ocasião marcou também o primeiro encontro público entre a ex-ministra do Turismo Marta Suplicy e o ex-ministro da Educação Fernando Haddad, provável candidato à prefeitura de São Paulo pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

A reunião dos caciques petistas foi a primeira grande festa da corrida eleitoral de 2012. Em seu discurso, Lula reafirmou a intenção de participar mais das campanhas de todo o Brasil, mas afirmou que ¿se tivesse juízo¿ não discursaria ao microfone.

Nitidamente debilitado e sofrendo com o calor, o político exigiu demais da voz e acabou tendo que interromper seu discurso após um acesso de tosse. "A gente tem que ter a sabedoria de uma mãe e cuidar de quem precisa ser cuidado, que são as pessoas mais pobres desse País", afirmou o ex-presidente encerrando sua participação nas falas.

Antes dele, o prefeito de São Bernardo do Campo e possível candidato a reeleição, Luiz Marinho, fez um discurso longo no qual afirmou a sua intenção de acabar com salas de rodízio na educação fundamental do município. Durante sua fala, Lula chamou Marinho de "filho".

A escola inaugurada leva o nome da mãe de Marisa Letícia mulher de Lula, Regina Rocco Casa, e tem vagas para mais de 5 mil crianças de 0 a 10 anos.

A ex-prefeita da capital paulista, Marta Suplicy, lembrou o início do projeto dos CEUs em sua gestão e manifestou o desejo da volta do "projeto petista" à prefeitura de São Paulo sem citar o colega de partido Fernando Haddad que estava ao seu lado direito. "O programa petista na cidade tem que voltar para acabar com a mediocridade", disse Marta.

Haddad fez um afago à colega de partido cumprimentando-a em primeiro lugar como a idealizadora da rede de CEUs na maior cidade do País. Ele também alfinetou os tucanos ao dizer que Lula foi o presidente que mais aplicou em educação no governo federal. "Nenhum doutor que veio antes investiu mais", disse.

Participaram também do evento a ministra da Cultura Ana de Hollanda, o senador Eduardo Suplicy e o deputado federal Vicentinho.