Haddad reconquista críticos do PT pós-mensalão 

Grande aposta do Partido dos Trabalhadores na batalha pela reconquista da cidade de São Paulo nas eleições municipais de 2012, o ex-ministro da Educação Fernando Haddad está atraindo intelectuais que se afastaram do PT após o episódio do mensalão, em 2005. Trata-se de pesquisadores e professores universitários que se ligariam ao trabalho em comissões para debater soluções aos problemas da capital paulista. 

Entre os nomes estão Olgária Matos, Ruy Fausto, Leda Paulani, Ricardo Carneiro e Walquíria Leão Rego. A informação é do jornal O Estado de São Paulo.

O movimento também teria um caráter eleitoral, para elevar a campanha de Haddad a um nível "suprapartidário" que reaproxima "a sociedade e a administração", afirmou ao jornal um especialista ligado à corrida eleitoral petista. 

Na semana passada, uma centena de intelectuais ligados às principais universidades de São Paulo já havia se reunido com o candidato, garantindo-lhe interesse e apoio à campanha. Para hoje está marcado um debate sobre educação, o primeiro seminário temático do plano de governo do ex-ministro, que deve ter nesta área seu eixo de campanha.