Maia: crescimento da participação feminina na política é conquista

O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), disse há pouco, durante a cerimônia de entrega do Prêmio Diploma Mulher Cidadã Bertha Lutz, que o Brasil só será um país verdadeiramente democrático quando as decisões forem tomadas com a participação igualitária de homens e mulheres.

Maia ressaltou que a participação feminina na política e nas instâncias de poder tem crescido nos últimos anos, mas que ainda há “um longo percurso a ser percorrido” para que as mulheres tenham a mesma representatividade política que os homens.

“O Brasil só será um país verdadeiramente democrático quando as decisões forem tomadas pela mesma proporção de homens e mulheres. Ganha-se com o equilíbrio do olhar feminino e masculino”, discursou Maia.

O presidente da Câmara disse ainda que o crescimento da participação feminina na política é uma conquista do povo brasileiro. “As mulheres estão ocupando cada vez mais espaço nas instâncias de poder e essa é uma conquista do povo brasileiro. O povo mostrou, com a eleição da presidenta Dilma [Rousseff], que confia na sabedoria das mulheres”, disse.

O Prêmio Diploma Mulher Cidadã Bertha Lutz será entregue pelo Senado a cinco mulheres que contribuíram para ampliar os direitos femininos na sociedade brasileira. Criada em 2001, a iniciativa leva o nome de uma das pioneiras do feminismo e líder na luta pelo direito de voto das mulheres.

A presidenta Dilma Rosseff é uma das premiadas. Também foram agraciadas com a homenagem Maria do Carmo Ribeiro, ex-mulher do dirigente comunista Luiz Carlos Prestes; a primeira senadora do Brasil, Eunice Mafalda Michiles; a representante da Comissão Pastoral da Terra Rosali Scalabrin; e a professora Ana Alice Alcântara da Costa, do Programa de Pós-Graduação em Estudos Interdisciplinares sobre Mulheres da Universidade Federal da Bahia.