Ex-namorado mantém jovem em cárcere privado por 12 horas em SP 

A jovem Bruna Fernanda Ramos Caviquioli, 24 anos, moradora do Núcleo Mary Dota em Bauru, interior de São Paulo, distante 343 km da capital paulista, registrou um boletim de ocorrência contra o ex-namorado Caio César Bispo Passos Cardoso, 22 anos, por tê-la mantido em cárcere privado sob ameaça por mais de 12 horas.

A jovem relatou aos policiais que dormia em sua casa na madrugada deste domingo na companhia de uma irmã de 17 anos, já que os pais estão viajando, quando o ex-namorado a chamou no portão.

De acordo com ela o rapaz disse que queria conversar sobre o fim do namoro ocorrido no mês de novembro. Ela contou que ao sair no portão foi agredida por ele e ameaçada de morte. "Se não ficar comigo, não vai ficar com mais ninguém", contou.

Segundo o relato da vítima, o ex-namorado exigiu que ela subisse em sua moto, com medo de morrer ela saiu com ele do local e foi levada até a casa dele. Ali ela foi mantida presa até as 17h do domingo e por diversas vezes foi ameaçada de morte pelo ex-namorado. Depois de implorar por diversas vezes para ser libertada, o rapaz a levou de volta para sua casa.

Temendo pela sua vida, Bruna procurou a polícia e registrou o boletim de ocorrência e fez uma representação criminal contra Cardoso por ameaça, seqüestro e agressão física além de psicológica. O caso foi encaminhado a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) que deverá ouvir novamente a vítima ainda nesta segunda-feira. O delegado plantonista determinou medidas protetivas para garantir a segurança de Bruna.

A Polícia fez diversas diligências na tarde e noite de ontem na intenção de encontrar Cardoso, mas não obteve êxito. Depois de deixar Bruna de volta em sua casa, o rapaz desapareceu.