Jornal: Maracanã da Copa não serve para Olimpíada, e fecha após 2014  

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, a reforma de R$ 1 bilhão pela qual passa o Estádio do Maracanã, visando a Copa do Mundo de 2014, não será suficiente para adequar a arena a todas as exigências dos organizadores da Olimpíada de 2016. Como o governo do Rio de Janeiro se recusou a aumentar a obra atual e fazer todas as alterações necessárias antes do Mundial, o mais provável é que o estádio volte a fechar para reformas depois da Copa.

Entre as reivindicações para os Jogos Olímpicos que não são necessárias para a Copa, estão um poço de cerca de 5 m de profundidade no meio do gramado (para cerimônias de abertura e encerramento), a ampliação do pé direito do novo túnel de acesso ao campo, e a modificação da nova cobertura. As exigências aumentariam o custo da reforma em milhões de reais, segundo a publicação.