Governo Dilma cortou verba da Segurança pela metade

O Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) sofreu o maior corte de recursos desde a sua criação em 2007. Dos R$ 2,094 bilhões autorizados para 2011, só a metade foi paga pelo Ministério da Justiça. Ao todo, R$ 1,036 bilhão não foi repassado, impactando em ações pelo Brasil. As informações são do jornal O Globo.

Quase 40% do valor desembolsado no ano passado (R$ 1,058 bilhão) foram de restos a pagar, ou seja, compromissos firmados em exercícios anteriores. O ministério explicou que a Política Nacional de Segurança Pública, que inclui o Pronasci, está em fase de aprimoramento da gestão. Um dos objetivos seria a criação de mais mecanismos para avaliar o repasse orçamentário. Segundo nota do ministério, os Estados terão que assinar pactuação com a União e, se não fornecerem dados, terão suspensos os repasses de verbas federais.