Presidente da OAB considera "muito positivo" o resultado do Exame Unificado 

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, disse, nesta sexta-feira, que o índice de 24,05% de aprovados no 5º Exame de Ordem Unificado da OAB deve ser recebido de forma muito positiva, pois é o mais alto já alcançado desde o início da unificação. Um total de 108.335 bacharéis se inscreveram, 106.086 fizeram a prova, e 26.010 passaram no exame (24,05%).

Para Ophir Cavalcante, a elevação do índice de aprovação no Exame da Ordem mostra também que “ele está cada vez mais profissional, com bancas específicas para cada uma das provas e também para rever questões, tudo com objetivo de realizar um exame mais justo”.

>> Confira aqui o resultado

Ainda segundo Cavalcante, “o Exame  da OAB não é um concurso público, mas um exame de aptidão técnica”, ou seja, uma competição para “aferir a qualificação do bacharel para ingressar no mercado de trabalho e lidar com bens fundamentais na vida das pessoas, que são a liberdade e o patrimônio”.

“Por isso, a OAB vai continuar tendo rigor na confecção e realização do Exame sem, entretanto, torná-lo um concurso público” - concluiu.

Comparação  

Os índices de aprovação do Exame da OAB, desde o início da unificação nacional, são os seguintes:

1º Exame: 95.844 inscritos; 95.841 presentes; 13.441 aprovados; 14,02% de aprovação

2º Exame: 107.029 inscritos; 105.431 presentes; 15.706 aprovados; 14,67% de aprovação

3º Exame: 106.891 inscritos; 104.126 presentes; 12.534 aprovados; 12,03% de aprovação

4º Exame: 121.380 inscritos; 119.255 presentes; 18.223 aprovados; 15,28% de aprovação

5º Exame: 108.335 inscritos; 106.086 presentes; 26.010 aprovados; 24,05% de aprovação