Chuva em Minas Gerais deixa 37 cidades em situação de emergência

Brasília - A Defesa Civil de Minas Gerais alerta para a ocorrência de chuvas fortes no centro do estado e nas regiões do Vale do Mucuri, Rio Doce e da Zona da Mata. Desde o início da temporada de chuvas, em outubro, 56 municípios foram afetados e 37 municípios decretaram situação de emergência. São João da Mata e João Monlevade são algumas das localidades mais atingidas e sofrem com enxurradas e inundamentos.

A orientação é para que as pessoas evitem passar por áreas alagadas a pé ou de carro, observem sinais de encharcamento e movimentação do solo das encostas e abandonem suas casas preventivamente, caso estejam em área de risco. Além disso, é preciso evitar o acúmulo de lixo em vias públicas, porque a prática pode prejudicar o escoamento da água.

Até o momento, mais de 2 milhões de pessoas foram afetadas pelos estragos provocados pelas enxurradas em 99 municípios. De acordo com a Defesa Civil, 8.145 pessoas estão desalojadas (tiveram que deixar suas casas) e 390, desabrigadas (perderam a casa). Foram registradas duas mortes em Reduto e Governador Valadares. O número de feridos chega a 31.

A previsão é de que a chuva forte continue até a próxima semana, já que uma frente fria deve ficar sobre Minas Gerais.