PRF: ônibus que levava trabalhadores na Bahia rodava com liminar de Brasília

Acidente na BR 116 deixou 36 mortos e 13 feridos na Bahia

O ônibus que colidiu na BR-116 com outros dois veículos, deixando 36 mortos e 15 feridos, não tinha autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para transportar trabalhadores e circulava mediante uma liminar expedida pela Justiça de Brasília, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal. 

O ônibus, ainda de acordo com informações da PRF, pertence a uma pessoa física que fez o contrato de arrendamento de veículo para transporte coletivo junto à empresa TCB. Assim, o veículo não estaria habilitado  na ANTT - órgão que regula o transporte coletivo no país. 

Entenda o caso

Um acidente envolvendo três veículos no km 583 da BR 116, entre os municípios de Milagres e Brejões, na Bahia, deixou 36 mortos na madrugada deste sábado. Outras 13 pessoas ficaram feridas, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A colisão ocorreu por volta da 1 hora entre uma carreta que transportava gesso, um caminhão e um ônibus com trabalhadores de corte de cana, que deixaram o estado de Mato Grosso do Sul com destino ao município de Buíque, em Pernambuco.

A PRF ainda não sabe explicar detalhes de como ocorreu o acidente, mas, pelas primeiras apurações, a carreta teria causado a colisão.

Os feridos foram encaminhados para hospitais nos municípios de Jequié e Jaguaquara. O ônibus ficou completamente destruído.

Os corpos das vítimas foram encaminhados ao Instituto Médico legal de Jequié. Viaturas do Serviço Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros, além de ambulâncias da Via Bahia, foram deslocadas para o local.