Proporção de idosos no Brasil aumentou 2,2% em 10 anos, diz IBGE

A proporção de idosos nos municípios brasileiros teve um crescimento generalizado nos últimos 10 anos. O percentual de pessoas com mais de 60 anos aumentou de 8,6%, em 2000, para 10,8% em 2010.

Em 78 cidades do Brasil, essa parcela de cidadãos já representa 20% da população total do município, ou seja, uma em cada cinco pessoas tem 60 anos ou mais de idade.

A maior parte dessas cidades (64) está localizada no Rio Grande do Sul, tem pequeno porte populacional, com no máximo 11,5 mil habitantes, e é rural.

De acordo com dados dos Indicadores Sociais Municipais do Censo Demográfico 2010, divulgados nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as cidades que lideram o ranking de proporção de idosos são Coqueiro Baixo (29,4%), Santa Tereza (27,1%), Relvado (26%), Colinas (25,4%) e Coronel Pilar (25,1%), todas no Rio Grande do Sul.

Segundo a gerente de Coordenação de População e Indicadores Sociais, Ana Lucia Sabóia, "isso mostra que nesses municípios a população é bastante envelhecida, realidade que exige políticas públicas específicas".

O levantamento destaca ainda que mais da metade (53,2%) dos cerca de 20,6 milhões de pessoas com idade superior a 60 anos vivem em municípios mais populosos, com mais de 100 mil habitantes.

Já a proporção de crianças e adolescentes com até 14 anos de idade vem diminuindo no País. A participação desse grupo na população total caiu de 29,6% em 2000 para 24,1% em 2010.