Advogado é condenado por balear namorada em motel no RS

Portal Terra

PORTO ALEGRE - O advogado Jorge Luis Cunegatto foi condenado a oito anos e oito meses de prisão por tentar matar a namorada em 28 de maio de 2008. Cunegatto atirou contra a vítima após uma briga em um motel na Zona Norte de Porto Alegre (RS). O julgamento foi realizada na quarta-feira, na 1ª Vara do Júri, e divulgado nesta quinta-feira pelo Tribunal de Justiça (TJ) do Estado.

Segundo o TJ, a mulher foi atingida por dois disparos nas costas, um no rosto e outro em um dos braços. Mesmo com os ferimentos, ela conseguiu correr até a portaria do local, onde foi socorrida por funcionários e levada de táxi até um hospital.

O tribunal afirma ainda que Cunegatto terá que pagar R$ 5 mil por danos morais à vítima. O TJ diz que a mulher afirmou em depoimento que teve sequelas por causa do ataque, como limitação nos movimentos de um dos ombros e incapacidade de carregar peso.