Enchente deixa 362 desabrigados no interior de SP

Portal Terra

SÃO PAULO - A chuva que atinge o município de Capivari, distante cerca de 130 km de São Paulo, desde segunda-feira piorou a situação da enchente no município. De acordo com a prefeitura, desde a madrugada de terça-feira, 34 famílias foram retiradas de suas casas. Com isso, subiu para 362 o total de pessoas desabrigadas na cidade, somando as famílias que já estavam alojadas desde a enchente do final do mês de dezembro de 2009. Na manhã desta quarta-feira, o nível do Rio Capivari está 2,98 m acima do normal.

As famílias foram encaminhadas aos abrigos nas escolas Aldo Silveira, Laura Quagliato e Rosa Lembo. Segundo a prefeitura, os bairros Moreto, Vila Balan, Juventus, Centro, Nova Aparecida, Ribeirão, São João e Bosque dos Pinheiros estão alagados. Na área rural, a Usina Bom Retiro e a SP-308 também registram alagamentos.

Na madrugada desta quarta-feira, a Estação Elevatória do Caraça foi novamente atingida pelas águas. O processo de blindagem e proteção ainda não estava concluído e o abastecimento de água nos bairros Centro e Rossi voltou a ficar comprometido.

Houve rompimento da adutora da Estação de Tratamento de Água (ETA) II na travessia do Ribeirão (ponte caída). Por causa das fortes chuvas e dos alagamentos, são previstos problemas de abastecimento também no sistema Pio XII.

A chuva forte que atingiu São Paulo na madrugada desta quarta-feira provocou a inundação da Estação de Tratamento de Água (ETA) Baixo Cotia, na cidade de Carapicuíba. De acordo com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), o rompimento ocorreu por volta das 2h30 e comprometeu o abastecimento de água de cerca de 510 mil pessoas das cidades de Jandira, Itapevi e parte de Barueri.

De acordo com a Sabesp, os serviços de manutenção no local iniciaram assim que o nível d'água baixou, no começo desta manhã. A previsão é de que o abastecimento seja normalizado em 24 horas, de forma gradual.