AL: PF prende suspeito de reter Bolsa Família para agiotagem

Odilon Rios, Portal Terra

MACEIÓ - A Polícia Federal apreendeu na manhã desta segunda-feira, na cidade de Rio Largo, 20 km de Maceió, dezenas de cartões de benefícios federais, entre eles o do Bolsa Família. Os cartões estavam em uma empresa de fachada, que, segundo a PF, fazia agiotagem, mas era registrada como factoring. O proprietário, identificado como Pedro Acioly, foi preso.

"Essa empresa funciona desde 2007 e ela é muito pequena. O Pedro Acioly emprestava dinheiro para estas pessoas, que eram muito pobres, e ficava com o cartão e a senha dos beneficiados como garantia de pagamento. Ele não poderia reter o cartão e esta não é a função de uma factoring", disse o delegado Jandelyer Gomes. Segundo ele, as empresas de factoring atuam na compra e na revenda de créditos.

Pedro Acioly foi encaminhado à sede da PF, na capital alagoana. Ele foi indiciado por crime contra o sistema financeiro nacional. "O Pedro disse que ajudava as pessoas e não fazia empréstimos a ela", afirmou Gomes.