Ex-prefeito de Canoas é indiciado por fraudes em licitações

Portal Terra

PORTO ALEGRE - Treze pessoas foram denunciadas pela Procuradoria da República, na cidade de Canoas, região metropolitana de Porto Alegre (RS), por supostas fraudes em licitações de merenda. Entre os indiciados está o ex-prefeito Marcos Antônio Ronchetti (PSDB), segundo informações do jornal Estado de S. Paulo desta terça-feira.

Funcionários e o dono da empresa SP Alimentação teriam pago R$ 400 mil de propina para um funcionário público para que a empresa fosse favorecida em um processo de licitação de R$ 4 milhões.

A empresa mantém contrato com a prefeitura de São Paulo e está sendo investigada pelo Ministério Público Estadual paulista. Outra empresa paulista, a Gourmâitre também está sendo investigada por fraude.

O prefeito teria recebido R$ 1 milhão de propina, segundo a procuradoria. Os pagamentos eram realizados pela advogada da SP Alimentação, Polyana Pereira. Os valores oscilavam entre R$ 20 mil e R$ 30 mil ao mês, segundo afirma o jornal.

A SP Alimentação afirmou à publicação que a ação foi motivada por um enfrentamento entre a defesa e a acusação. Já a Gourmâitre negou as acusações. Os demais envolvidos não foram localizados, segundo afirma o jornal.