Tucanos aumentam máquina pública em São Paulo

JB Online

SÃO PAULO - Entre os anos de 2003 e 2008, os governos do PSDB em São Paulo aumentaram as despesas com o funcionalismo dos três poderes em 19% acima da inflação e chegaram a R$ 4,31 bilhões, informa reportagem desta segunda-feira do jornal Folha de S. Paulo. Desde 2003, o Executivo de São Paulo contratou 33 mil servidores e a conta anual com aposentadorias e pensões subiu 19% acima da inflação, de acordo com dados do jornal.

O partido é considerado um dos maiores críticos da expansão da máquina do Estado pelo Governo Federal. A União teria aumentado em 12% o número de servidores civis ativos do executivo, totalizando 548,2 mil. Segundo o jornal, em São Paulo o crescimento teria sido de 14%, segundo balanços apurados pela Folha. A Secretaria de Gestão Pública de São Paulo colocou o aumento em 5%.

O governo paulista respondeu ao jornal afirmando que as maiores despesas são nas áreas de educação e segurança pública, devido ao aumento do número de alunos e de detentos, segundo o secretário de gestão Sidney Beraldo. O Governo Federal respondeu que o aumento dos seus gastos também se deve aos maiores investimentos nestas áreas.