Preso ex-promotor foragido desde 2001 por matar mulher

Portal Terra

SÃO PAULO - A Polícia Civil prendeu nesta segunda-feira o ex-promotor de Justiça Igor Ferreira da Silva, que estava foragido havia nove anos. Ele é acusado de matar a mulher, Patrícia Aggio Longo, que estava grávida de sete meses. O crime aconteceu em 1998.

Patrícia foi encontrada morta com dois tiros na cabeça. Um teste de DNA mostrou que o bebê que a vítima esperava não era do ex-promotor. Em sua defesa, o réu sempre alegou que a mulher foi assassinada por assaltantes, no interior de São Paulo.

Em 2001, o ex-promotor foi condenado a 16 anos de prisão em regime fechado. Ele encontrava-se foragido desde o decreto de sua prisão.