CPTM diz que 2 sindicatos de ferroviários aceitaram acordo

Portal Terra

SÃO PAULO - A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) de São Paulo informou nesta segunda-feira que dois dos quatro sindicatos do setor ferroviário aceitaram a proposta da empresa na negociação salarial.

O Sindicato dos Trabalhadores das Empresas Ferroviárias da Zona Sorocabana e o Sindicato dos Trabalhadores das Empresas Ferroviárias da Central do Brasil representam cerca de 4 mil dos 6,5 mil empregados da companhia.

A CPTM ofereceu 4,65% de reajuste salarial neste ano, além da criação de um sistema de remuneração variável a vigorar no próximo ano, que pode chegar a até 2,3 salários para cada empregado.

Segundo a empresa, a proposta inicial foi negociada diversas vezes com os representantes dos quatro sindicatos da categoria. A companhia ofereceu reajuste inicial de 4,5%, acima da inflação do período da data-base dos ferroviários.

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de São Paulo e o Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo não aceitaram a proposta. A falta de acordo dos dois sindicatos adiou para quarta-feira a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região sobre o dissídio dos ferroviários.