Polícia investiga desaparecimento de universitárias em MG

Portal Terra

BETIM - O desparecimento de duas estudantes de direito da PUC de Betim, em Minas está sendo investigado pela Polícia Civil da cidade. Natália Cristina Almeida Paiva, 27 anos, desapareceu no dia no último dia 7, quando ia para a faculdade. Já Tauanny Medeiros Cavalcante, 18 anos, foi vista pela última vez no dia 13, quando se deslocava para o trabalho.

A Polícia Civil de Minas Gerais afirmou que ainda não tem indícios de que os desaparecimentos estejam relacionados. Ainda de acordo com a polícia, as investigações ocorrem em sigilo, para não prejudicar a integridade dos envolvidos.

Maria Aparecida de Alemida Paiva, mãe de Natália, informou que o carro da filha foi encontrado na vizinhança, em Barreiros, um dia após o desaparecimento. Segundo Maria Aparecida, Natália saiu por volta das 6h da manhã do dia 7 para ir à faculdade.

A mãe de Natália conta que a filha daria carona a uma colega antes de chegar na universidade e depois iria para o seu primeiro dia no novo emprego. "Aquele seria o seu primeiro dia de trabalho e ela ficou de retornar para casa às 11h. Como ela não retornou, eu pensei que ela tivesse ido direto para o trabalho. À noite, quando eu voltei do para casa, ela ainda não tinha aparecido. Então fiquei sabendo que ela não tinha dado carona para a colega, não tinha aparecido na aula e nem começou no seu trabalho", explicou.

Maria Aparecida afirmou que também procurou pela filha em hospitais, mas não encontrou.