Homem diz à polícia que matou ex e a enterrou em horta de SC

Portal Terra

FLORIANÓPOLIS - Um homem confessou ter espancado a ex-mulher até a morte e enterrado o seu corpo numa horta localizada nos fundos de sua casa, segundo informou a Polícia Civil de Presidente Getúlio (SC). O crime ocorreu no último sábado na cidade, que fica a cerca de 230 km de Florianópolis, e só foi descoberto porque o Valdecir Medeiros, 46 anos, se apresentou à polícia na noite de segunda-feira.

Medeiros procurou o delegado de plantão do município vizinho de Ibirama e, segundo a polícia, contou ter matado com socos e pontapés, na tarde de sábado, a ex-mulher Cíntia Fraga, 22 anos, com quem tinha uma filha de 1 ano e 6 meses. Em seguida, o corpo foi enterrado em uma horta de seu quintal, onde cultivava verduras.

A jovem vinha sendo procurada por familiares desde o domingo, foi registrado um boletim de ocorrência. - O ex-marido apareceu na delegacia e negou saber de seu paradeiro - disse o investigador Júnior Costa, da polícia de Presidente Getúlio. - Durante a noite, ele retornou acompanhado de um advogado, confessou o crime e apontou o local onde o corpo estava escondido.

Valdecir e Cíntia foram casados por cinco anos e há dois meses estavam separados. O delegado responsável pelo caso, Almiro da Costa, espera a conclusão de laudos que apontem a causa da morte da mulher.

Como se apresentou à polícia, Valdecir foi liberado após prestar depoimento para responder ao crime em liberdade. O delegado, entretanto, deve pedir a sua prisão preventiva.