SP: chuva arranca árvores em Campinas e Limeira

Portal Terra

SÃO PAULO - A chuva que atingiu a região das cidades de Campinas e Limeira, interior de São Paulo, na tarde de domingo, arrancou 16 árvores e deixou ruas e casas cheias de lama. Segundo a Defesa Civil das duas cidades, apesar dos prejuízos materiais, não houve feridos nem desalojados ou desabrigados.

Em Campinas, segundo o coordenador do órgão, Sidnei Furtado Fernandes, foram registrados ventos de 70km/h e quatro pontos de alagamentos, nas avenidas Barão de Jaguará, Anchieta, Esperança e Taquaral. Treze árvores foram arrancadas pela chuva.

Em Limeira, árvores caíram nos bairros Jardim Anhanguera, Vista Alegre e Barão Limeira. Casas que ficam abaixo do nível da rua no bairro Recanto Alvorada ficaram alagadas. Uma residência no Parque Hipólito Pompeu foi invadida pela lama após o rompimento de um muro que segurava uma encosta. Segundo Miqueas Balmant, da Defesa Civil de Limeira, além dos pontos previstos de alagamentos, a Rotatória das Laranjeiras ficou intransitável por 40 minutos.

Representantes de 25 cidades da região se reúnem amanhã em Campinas para discutir um plano de operação em caso de chuvas.