Embraer acompanha investigação sobre queda do avião Bandeirante

Agência Brasil

SÃO PAULO - A Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer), fabricante do avião Bandeirante que caiu sábado nas proximidades de Manaus, divulgou nota lamentando 'profundamente o acidente' e informando que designou equipe especializada para acompanhar as investigações, a cargo do Comando da Aeronáutica.

O avião EMB-110P1 se deslocava de Coari para Manaus. O acidente deixou 24 mortos e quatro sobreviventes, que viajavam na cauda. A queda ocorreu depois que o piloto comunicou dificuldades ao Centro de Controle e resolveu tentar um pouso de emergência no Rio Manacapuru.

A aeronave pertencia à empresa Manaus Aerotáxi, que nega excesso de peso na ocasião do acidente.