Jornal do Brasil

País - Eleições 2018

PSL: presidente pede à PF proteção policial para família de Bolsonaro

Jornal do Brasil

O presidente nacional do PSL, Gustavo Bebianno, disse neste sábado (8) que pediu à Polícia Federal (PF) proteção policial para a família do candidato do partido à Presidência, Jair Bolsonaro, de acordo com  informações são da TV Globo. 

"Conversei ontem com a superintendente da PF em Brasília e foi pedido, foi ratificado esse pedido, e a informação que se tem é que por conta de questões burocráticas a PF não poderia pedir proteção para a família do candidato, mas só pra ele", declarou o presidente do PSL.

>> Jair Bolsonaro "apresenta nítida melhora clínica", diz boletim médico
>> Cenário político no Brasil preocupa ainda mais a Argentina
>> Flávio Bolsonaro faz campanha pelo pai durante ato em Copacabana

Ele explicou que cada candidato tem uma realidade. "Entendemos que o candidato Jair Bolsonaro, comprovado por esse fato recente, não só ele como a sua família merece proteção". Ainda de acordo com  Bebianno, a família de Bolsonaro está  transtornada, principalmente a esposa do presidenciável. 

"Nós temos enfrentado uma grande dificuldade perante a Polícia Federal que alega por conta de burocracia a impossibilidade de oferecer segurança pra dona Michele e sua filha de 7 anos de idade", afirmou.

Segundo Bebianno. ele foi informado que o pedido não poderia ser atendido porque a PF faz a proteção somente dos candidatos.

Debates

O presidente do PSL acredita que Bolsonaro não participará de debates, pois deve ficar internado no hospital por três semanas. "Ele não tem condições de ir aos debates, obviamente", afirmou.



Recomendadas para você