No último quesito, Mancha Verde assume a ponta e vence carnaval de São Paulo

Vai-Vai, maior campeã do carnaval paulista, foi rebaixada

Em apuração apertadíssima, decidida no último quesito (Alegoria), a Mancha Verde, escola de samba da principal torcida do Palmeiras, vence, pela primeira vez, o carnaval do Grupo Especial de São Paulo. A campeã foi a terceira a desfilar na madrugada de sexta-feira, 1°, para sábado, 2, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo. O grupo entrou na avenida por volta de 1h30.

Macaque in the trees
Mancha Verde (Foto: Reprodução/TV)

Nas cores verde, branco e vermelho, a escola cantou, sambou e desfilou em homenagem à saga de uma guerreira negra. O samba-enredo, "Óxala, Salve a Princesa! A Saga de uma Guerreira Negra!", é um canto às tradições de origem africana: citou maracatu, Iemanjá, África e Zumbi dos Palmares. A escola do bairro de Pompeia fez um carnaval luxuoso com patrocínio milionário da Crefisa, também patrocinadora do clube de futebol. Para o desfile de 2019, doou R$ 3,5 milhões para que a Mancha fizesse seu desfile.

A primeira ala entrou na avenida com fantasias ricas em detalhes com lantejoulas, brilhos e fitas. O verde em diferentes tonalidades dominou o desfile, que reuniu três mil componentes ao todo.

A Vai-Vai, maior campeã do carnaval de São Paulo, acabou sendo rebaixada pela primeira vez em sua história. A escola desceu junto com a Acadêmicos do Tucuruvi para o Grupo de Acesso.

Com Agência Estado