Jornal do Brasil

País - Artigo

Vamos aceitar isso?

Jornal do Brasil TARCISIO PADILHA JUNIOR, tarcisiopadilhajunior@yahoo.com.br

Uma moderna sociedade democrática funda-se na ideia de que cidadãos estão em condições de tratar dos seus próprios assuntos. Uma sociedade empenhada em criar e manter instituições capazes de neutralizar o poder sem paralisá-lo, de modo que o cidadão possa fazer apelo de um para outro em caso de abuso; de fato uma sociedade que procura regular pacificamente os conflitos que a atravessam.

Daí propor que tanto indivíduos quanto grupos se dobrem à negociação, e busquem através do diálogo ou debate, aberto e franco, soluções aceitáveis para todos ou para o maior número. Nos dias que correm, dificilmente se calcula até que ponto este ideal, contrariado pelos fatos ou traído por pressão dos poderosos, efetivamente constitui uma vitória contra a violência das relações sociais.

A institucionalização dos conflitos conforme a uma não violência implícita, a procura comum de decisões judiciosas pelo debate partilhado, desígnio de uma melhoria progressiva de condição humana graças aos poderes do espírito, tudo isso remete para uma lógica que arrasta nossa sociedade num dinamismo e numa vontade de mudança de que aparecem novas provas, nesses tempos de pandemia.

Põe no centro a responsabilidade de homens e mulheres: o que ocorre não depende de destino cego nem do capricho dos deuses; mas de investigação científica, desenvolvimento econômico, enriquecimento artístico, tarefa educativa, empenhamento político, etc.

Todavia, do pluralismo que caracteriza a sociedade até o relativismo que a ameça, vai só um passo, que se dá rapidamente hoje. leva pouco a pouco a aceitar tudo, a justificar tudo, sobretudo desconsiderar toda oposição ou todo não alinhamento pela opinião majoritária.

Admitido o valor dos princípios da sociedade, é preciso impedir que contradições graves e ignoradas não venham a pervertê-los. Há trinta anos, Vaclav Havel já denunciava a tirania das maiorias, e fazia votos pela existência de grupos que recordem valores menosprezados.

Hoje a operação Lava Jato, mesmo com apoio continuado da população, encontra-se sob forte ataque. Vamos aceitar isso? 

Engenheiro, é autor de "Por Inteiro" (Editora Multifoco, 2019)