Jornal do Brasil

País - Artigo

Fraternidade e vida: dom e compromisso

Jornal do Brasil PADRE OMAR, redacao@jb.com.br

Estamos vivendo a Quaresma, tempo de penitência e de renovação interior, em que nos preparamos para a Páscoa. Durante quarenta dias somos convidados a refletir sobre o significado mais profundo da vida.

Há quase 60 anos a Igreja no Brasil realiza, no período quaresmal, a Campanha da Fraternidade, anunciando a importância de não separar a conversão do serviço aos mais necessitados.

Foi em 1961, que três sacerdotes que atuavam junto à Cáritas Brasileira decidiram promover uma campanha para arrecadação de fundos para as atividades assistenciais da Igreja local, e assim nasceu a Campanha da Fraternidade. Na Quaresma de 1962, a campanha aconteceu na cidade de Natal, no Estado do Rio Grande do Norte, em uma iniciativa do Cardeal Eugenio de Araujo Sales. De lá, a campanha foi expandindo para todo o Brasil.

Em cada ano temos um assunto a ser aprofundado. Em 2020, o tema da Campanha trata justamente do valor da vida e da nossa responsabilidade de cuidá-la, pois a vida é dom e compromisso.

De modo particular, diante de tantos sofrimentos que vemos em nosso pais, somos chamados a ser uma Igreja samaritana. Com certeza, a superação do egoísmo e da indiferença, só é possível se nos dispusermos a imitar o Bom Samaritano.

Esta parábola, que tanto nos inspira a viver melhor o tempo quaresmal, nos indica três atitudes fundamentais: ver, sentir compaixão e cuidar. À semelhança de Deus, que ouve o pedido de socorro dos que sofrem, devemos abrir nossos corações para acolher os mais necessitados que precisam ser nutridos, vestidos, alojados, visitados.

A Quaresma é um tempo propício para que, atentos à Palavra de Deus que nos chama à conversão, fortaleçamos em nós a compaixão, nos deixemos interpelar pela dor de quem sofre e não encontra quem o ajude. É um tempo em que a compaixão se concretiza no cuidado e na solidariedade.

A Campanha da Fraternidade 2020 tem no cartaz Santa Dulce dos Pobres, o anjo bom da Bahia, canonizada no ano passado, pois ela é modelo para todos os que veem a dor do próximo, sentem compaixão e cuidam. Que a Quaresma e a Campanha da Fraternidade, inseparavelmente vividas, sejam para todos um tempo em que se fortaleça o valor da vida humana.



Tags: Quaresma