Jornal do Brasil

País

"Não acho que a gente deva interferir na eleição de outro país", diz Maia sobre eleição na Argentina

Presidente da Câmara defende cautela nas declarações de Bolsonaro sobre Argentina

Jornal do Brasil

Na noite da última segunda-feira (12), o  presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, defendeu que a relação entre Brasil e Argentina deve ser independente dos governos de turno.

Ele também a discordou da posição do governo do presidente Jair Bolsonaro sobre a derrota do presidente Mauricio Macri, seu aliado, nas primárias de domingo realizadas na Argentina.

Maia saiu em defesa do Mercosul e defendeu cautela nas declarações do presidente brasileiro sobre o país vizinho. "A gente deveria primeiro aguardar o resultado do processo eleitoral para depois tomar qualquer tipo de atitude". 

Uma eventual mudança do governo argentino, segundo o presidente da Câmara não deve ser determinante para que o Brasil cogite romper o acordo com o Mercosul.